‘Sobre Nós’ vai capacitar jovens para ingressar no mercado audiovisual de Maringá

15 de Abril de 2021

O projeto “Sobre Nós”, apoiado pelo Instituto Cultural Ingá(ICI), pretende formar jovens de Maringá para ingressar no mercado cinematográfico e audiovisual, que é promissor na cidade. O projeto é focado em levar a capacitação preferencialmente para adolescentes e jovens de escolas públicas. A partir de experiências e formação, os alunos terão contato prático-teórico com todas as fases de uma produção audiovisual.

O cineasta e idealizador do projeto, Felipe Cosmos, afirma que o mercado cinematográfico em Maringá está em expansão e o Sobre Nós vem para formar profissionais para atuarem na área.

“Com o advento do Prêmio Aniceto Matti abrindo para o audiovisual, Premio Mário Manicardi, entre outros editais do município voltados para esse mercado, é de extrema importância que a gente treine e capacite novos profissionais nessa área, para conseguir dar conta de todo esse mercado que está por vir sem precisar trazer profissionais de fora para Maringá”, disse.

O projeto pretende ainda levar seções de exibições de filmes e o curso irá preparas os jovens para o desafio de produzir um curta-metragem de ficção de pequeno orçamento. Além disso, a oficina de cinema tem a intenção de introduzir os jovens à escrita de roteiro cinematográfico (argumento, estrutura, roteiro técnico), por meio de atividades práticas a serem realizadas em grupo.

“A potência artística e educativa destas oficinas se dará na esfera da experiência, da relação com a imagem e da relação com o outro e com o meio”, destacou Felipe.

O “Sobre Nós” tem apoio do ICI na captação de recursos para execução. Segundo o presidente do ICI, George Coelho, a entidade sempre apoiou projetos no segmento audiovisual e considera um segmento muito forte de real expansão.

“É um projeto que vai dar oportunidade aos jovens de aprender e estarem prontos para ingressar nesse mercado. Poucas cidades do país têm algo parecido com esse tipo de projeto”, disse.

A Dicomp é uma empresa patrocinadora do projeto, que está em fase de execução. Com início previsto para maio de 2021, serão 50h de curso onde os jovens terão aulas de linguagem cinematográfica, direção, roteiro e produção. Para encerramento do curso, os participantes devem produzir três curtas-metragens.

O curso vai oferecer materiais que irão ajudar na hora de produzir os filmes, como: modelos de contratos com equipe técnica, elenco e locação; modelos de ordem do dia, de boletins de som, de câmera e etc, entre outros.

Você também pode gostar

Oportunidade: Edital para produção cinematográfica
O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Agência Nacional do Cinema (Ancine) publicaram o primeiro edital de 2022 para produção cinematográfica, após renovação de contrato com o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), até 2026. As inscrições come...
Ancine anuncia edital do FSA para Novos Realizadores
A Diretoria Colegiada da ANCINE aprovou o lançamento de novo edital voltado a produtoras e realizadores iniciantes, no valor de R$ 35 milhões. Acesse aqui o edital de Novos Realizadores. O objetivo é investir em obras audiovisuais que favoreçam a inserção de novo...
Guia orienta sobre a gestão coletiva de direitos autorais
O que são direitos autorais? O que é gestão coletiva de direitos autorais e como ela funciona no Brasil? Qual a função do Ecad? Que papel o governo federal desempenha na questão? Para obter a resposta dessas e de outras questões semelhantes, a partir de agora, basta acess...