Apesar dos desafios impostos pela pandemia, ICI tem o melhor resultado em captação de recursos no 1º semestre

30 de Junho de 2021

O Instituto Cultural Ingá (ICI), entre outras atribuições, atua como facilitador na captação de recursos para execução de projetos culturais apoiados.

Neste primeiro trimestre de 2021, a expectativa foi mais que superada. Apesar de todas as dificuldades e desafios estabelecidos pela pandemia do coronavírus para o setor cultural, o ICI atingiu em mais de 200% o que foi previsto no planejamento inicial. Foram captados R$ 478 mil em recursos somente nos três primeiros meses do ano, quando a média para esse período nos anos anteriores ficava em torno de R$ 150 mil. Somado aos outros três meses subsequentes deste ano, o total de captação se aproxima de R$ 600 mil.

É o resultado da sensibilidade das empresas parceiras em investir na Cultura, mesmo nesse período de crise pandêmica, além do empenho do trabalho da entidade, focado em potencializar atividades culturais de qualidade, diz o presidente do ICI, George Coelho.

“Podemos ver o quanto as empresas patrocinadoras acreditam no poder da Cultura para desenvolver uma sociedade e o quanto endossam a seriedade do trabalho do ICI, que se consolida com credibilidade a cada ano. Buscamos apoiar projetos que realmente levem conhecimento, gerem criticidade e contribuam com o desenvolvimento sociocultural, além de socioeconômico da cidade”, enfatiza Coelho.

Esse resultado de captação já no início do ano dá indícios de que o recorde anual também poderá ser ultrapassado. Em 2020, o total captado já foi maior que 2019, R$ 1,6 milhão. Para 2021, a meta estipulada pela presidência foi de R$ 2,5 milhões em captação.

“Uma meta ousada, mas vamos continuar trabalhando fortemente para que a alcancemos”, disse o consultor estratégico do ICI, Miguel Fernando. São pelo menos seis projetos atualmente em fase de captação de recursos. Tanto projetos de continuidade e atenção social, quanto projetos nos segmentos audiovisual e literatura. CONHEÇA OS PROJETOS APOIADOS.

Após a captação, o suporte do ICI aos produtores culturais idealizadores dos projetos e às empresas patrocinadoras continua. “O relacionamento com o patrocinador é fundamental, tanto para prestação de contas e atividades dos projetos, quanto para auxiliar nos processos burocráticos de renúncia fiscal ou patrocínio direto. Além disso, o ICI acompanha todas as etapas de desenvolvimento dos projetos, oferecendo consultorias gratuitas aos produtores”, explicou o consultor sênior do ICI, Alan Gaitarosso. 

Você também pode gostar

Exposição de artesanato tem peças com foco na identidade local
Nesta segunda-feira (20) tem início no CAC – Centro de Ação Cultural a exposição “Arte e Identidade do Artesanato de Maringá”, com curadoria de Isabel Bogoni e Firmino. São 57 peças feitas por 19 artesãos da cidade, resultado das etapas anteriores do projeto de me...
Jovens já estão participando das aulas de produção audiovisual do ‘Sobre Nós’
O projeto Sobre Nós – Cinema Social, realizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e apoiado pelo Instituto Cultural Ingá (ICI), entrou em fase de execução. Jovens de 15 a 18 anos estão tendo aulas gratuitas de introdução à produção audiovisual, duas veze...
Programa Bolsa Qualificação abre inscrições
O Programa Bolsa Qualificação Cultural vai oferecer 12 mil vagas a profissionais da área da cultura do Paraná para um curso de qualificação de três meses. Por meio da Secretaria da Comunicação Social e da Cultura do Paraná, o curso será ministrado pela UEPG.   ...