Conselho Municipal de Políticas Culturais define instituição para mapeamento cultural de Maringá

13 de Julho de 2021

O Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) votou e definiu em reunião ordinária a instituição que será contratada para fazer o mapeamento e diagnóstico cultural de Maringá.

A deliberação entre três propostas foi pelo Observatório das Metrópoles, da Universidade Estadual de Maringá.

O consultor Sênior do Instituto Cultural Ingá (ICI), Alan Gaitarosso, presidente do Conselho, explicou que o mapeamento tem o objetivo de levantar e cadastrar todos os espaços que comportem todos os tipos de atividades culturais da cidade, assim como catalogar os patrimônios materiais e imateriais de Maringá.

Além disso, o diagnóstico vai identificar as atividades culturais existentes no município por bairros e artistas, e levantar dados dos profissionais envolvidos com a cena artística e cultural na cidade.

“É uma necessidade antiga do setor que estamos trabalhando para pôr em prática em breve. Com esses dados estabelecidos, poderemos conhecer de fato o setor cultural de Maringá, desde os profissionais da área, os produtos e os espaços artísticos e, a partir daí, conseguiremos traçar melhores estratégias para impulsionar as ações culturais da cidade. Além disso, é benefício comum ter em mãos, de forma detalhada, informações sobre o que engloba a Cultura no município”, disse Gaitarosso.

Outra facilidade da contratação do Observatório das Metrópoles é que já há convênio entre município e UEM, o que agiliza o processo. O prazo estabelecido é de seis meses para finalização da contratação e início dos trabalhos.

O Instituto Cultural Ingá (ICI), como agência de fomento e incentivo à Cultura, reforça a importância do levantamento de dados acerca dos produtos culturais existentes na cidade.

“Quanto mais detalhadas forem as informações sobre todo o setor cultural, melhores podem ser nossas estratégias estabelecidas para o trabalho desenvolvido pelo ICI. Assim podemos contribuir ainda mais com o desenvolvimento sociocultural e econômico da cidade”, enfatizou o presidente do ICI, George Coelho. 


Foto: Arquivo/Prefeitura de Maringá

Você também pode gostar

Exposição de artesanato tem peças com foco na identidade local
Nesta segunda-feira (20) tem início no CAC – Centro de Ação Cultural a exposição “Arte e Identidade do Artesanato de Maringá”, com curadoria de Isabel Bogoni e Firmino. São 57 peças feitas por 19 artesãos da cidade, resultado das etapas anteriores do projeto de me...
Jovens já estão participando das aulas de produção audiovisual do ‘Sobre Nós’
O projeto Sobre Nós – Cinema Social, realizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e apoiado pelo Instituto Cultural Ingá (ICI), entrou em fase de execução. Jovens de 15 a 18 anos estão tendo aulas gratuitas de introdução à produção audiovisual, duas veze...
Programa Bolsa Qualificação abre inscrições
O Programa Bolsa Qualificação Cultural vai oferecer 12 mil vagas a profissionais da área da cultura do Paraná para um curso de qualificação de três meses. Por meio da Secretaria da Comunicação Social e da Cultura do Paraná, o curso será ministrado pela UEPG.   ...